O que a Igreja diz sobre a concepção?

Publicado em 11 de agosto de 2016

Exemple

O que a Igreja diz sobre a concepção?

WhatsApp_Image_2016-08-06_at_14.36.46_(1)

 

Nossa III Formação do Ejoc, realizada no último sábado (06/08) com o tema: “O que a Igreja diz sobre a concepção?”, nos mostrou visões diferentes de como acabamos julgando a igreja sem saber e muitas vezes somos ignorantes por isso.

A Igreja sempre se posicionou a todos os temas modernos como feminismo, mulher, sexualidade, homossexualidade, dentre vários outros.

A formação foi dividida em duas partes. A primeira foi conduzida pelo casal Mônica e Marcelo, que fizeram uma síntese da Carta Encíclica Humanae vitae, 25 de julho de 1968, Papa Paulo VI. Onde é descrita a postura da Igreja Católica em relação ao aborto e outras medidas que se relacionam com a vida sexual humana. O casal falou do amor conjugal, a entrega total, fidelidade, aceitação e também sobre a castidade, que mencionaram ser uma maneira da gente se preservar e preservar a nossa história.

A segunda parte foi conduzida pelo casal Mara e Pedro. Onde começaram perguntando quais são os métodos naturais que conhecemos. A grande maioria citou a famosa “tabelinha”, porém, diferente do que todos achavam, a tabelinha é um método passivo de falha, já que trata apenas de probabilidade. Logo após, foram apresentados quatro métodos naturais, que são em cima do corpo da mulher e do seu ciclo menstrual, são eles: Temperatura Basal, da Cristalização da Saliva, da Autopalpação Cervical e o Método da Ovulação Billings (MOB).

Métodos naturais são importantes para identificar possíveis doenças e ainda por não deixar a mulher dependente de hormônios sintéticos, deixando-a mais saudável. Além disso, ajuda na vivência de uma sexualidade sadia e madura do casal, auxiliando na vivência e oração conjugal.

É importante lembrar que tudo que foi dito foi feito com embasamentos nos documentos da Igreja, e que a Igreja apoia métodos naturais. Respondendo o tema “O que a Igreja diz sobre a concepção?” da III Formação: A Igreja diz SIM a vida. Tudo que é contra a vida, a igreja não apoia, como métodos abortivos contraceptivos.

“Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher;
Mas, por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.
O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.
Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.”
(1 Coríntios 7, 1-5)

Os casais são da Equipe de métodos Naturais da Arquidiocese de Brasília.
Para mais informações, consulte o site www.metodosnaturais.com.br.

CONFIRAM AS FOTOS DESSE GRANDE MOMENTO, CLICANDO AQUI!

Outros Artigos

INSCRIÇÕES DO LIX EJOC

O EJOC convida jovens de 18 a 24 anos para fazer o LIX Encontro, que será realizado nos dias 10 e 11 de Novembro de 2018. A inscr...

Leia Mais →

REGULAMENTO DA GINCANA INTEGRADA DO EJOC 2018

A Gincana Integrada do EJOC tem como objetivo proporcionar a integração e a solidariedade entre os participantes da mesma. Abaix...

Leia Mais →

EJOC RUNNERS

EJOC RUNNERS na 11ª Maratona de Revezamento do Pão de Açúcar 2018! Tivemos 4 quartetos e 4 octetos. Preparação para o EJOC R...

Leia Mais →